03 maio 2021

5 dicas para criar sua marca visual consistente sendo lembrada e reconhecida através dela

🗨

 

Você sabe o que é identidade, marca visual?


Identidade visual, manual da marca, brandbook, brandguidelines, branding.


Diferentes nomes para o mesmo objetivo.


A identidade visual é uma combinação de elementos visuais, um documento responsável pela padronização da marca, (loja, produto, serviço, negócio).

Orientar e definir regras para a aplicação do, logo, paleta de cores, background, tipografia.


Esse conjunto cria a identidade visual da marca.


Com cinco dicas simples para criar sua identidade visual, já é o começo para você fazer com que seu público grave sua marca.


5 dicas  para criar sua marca visual consistente sendo lembrada e reconhecida através dela


O objetivo é fazer com que os clientes se conectem com suas ideias, uma identificação e o mais importante ser lembrada por sua marca. 


As dicas que vou dar aqui foram coletadas pesquisando sobre o assunto em pelos menos 9 sites, esse artigo irá servir para dar a você leitor uma melhor ideia sobre o assunto.


E para aquelas que ainda não possuem meios de investir em um serviço profissional, pelo menos poder melhorar o que nem dominamos. 


O importante é entendermos o propósito de criarmos uma identidade visual e sua importância, a partir desse momento é o ponto de partida para acertarmos, nessa jornada para criarmos nossa identidade visual.


Devo confessar que no início fiz coisas muito feias, mas com o passar do tempo fui pesquisando e lendo sobre como se dava a criação de uma identidade de marca, e  melhorei muito, obviamente ainda não aprendi tudo que se faz necessário, mas estou sempre buscando me aprimorar.


Eu separei essas 5 dicas, as quais foram por onde comecei as minhas melhorias e que possibilitaram, dar início a criação da minha marca visual sabendo e entendendo o que eu estava fazendo para a criação da identidade do blog, (às vezes me empolgo são muitas informações e opções), esse é o ponto de partida para acertar.


Mas nada melhor do que ler, pesquisar e se informar como funciona o processo de criação, isso foi muito importante para iniciar meu aprendizado.


Existem ditados antigos que caem muito bem, passe o tempo que passar, um deles é aquele que diz:

" A primeira impressão é a que fica."  e  "Menos é mais".

Esses são ditados que se tornam mais importante e abrangentes com o passar do tempo, não se esqueça deles, na hora da sua criação.


Porquê?

Lá na época de nossos avós ele era usado em referência aquando conhecíamos uma pessoa, na atualidade ele se refere as suas redes sociais, negócio, você mesma (o), agora se tornou muito mais abrangente como citei acima.


Agora você deve estar pensando qual programa, aplicativo vou usar para criar minha identidade visual?

Mas te digo que esse será o último ‘item’ que veremos, é importante para termos qualidade, mas não é o mais importante para começarmos.



Dando início a criação da marca visual



5 dicas para criar sua marca ou identidade visual



Primeira Dica Briefing (a mais importante)


O que é briefing?

Muito usado no mundo do design, ele é uma entrevista para reunir as informações relevantes para a criação, como as perguntas que selecionei abaixo.

Você deve fazer uma auto análise, e se perguntar?

O que gosto de fazer no meu negócio\blog?

O que desejo transmitir para clientes e leitores?

Como que trabalhar?

A sua marca deve exprimir sua personalidade, compreendendo as emoções e ideias associadas a ela.
A identidade visual é a sua identidade do seu negócio \ blog, é ela que irá te destacar na multidão.

Sua identidade visual irá incluir:

Além de todos os elementos visuais, como: cores, tipografia, elementos, gráficos, logotipo, suas vibrações, sua voz ela irá transmitir sua experiência.


Pense nessas questões, e realize suas anotações.


Uma das lutas mais comuns com design para o seu blog ou empresa online é a consistência. (Também conhecido como a marca visual!)

Definir a marca do seu conteúdo visual cria consistência que irá ajudá-lo a expandir sua empresa mais rápida e fácil. 



Segunda Dica -  Coloque no papel todas as ideias 


Quando decidimos fazer uma arte e pesquisamos surgem sempre muitas ideias, com suas anotações e criatividade faça testes até ter certeza do que será bom para sua marca, pense no que você considera harmônico, que seja representativo.

Nessa hora é bom estar descansada, para que as ideias fluam melhor.

Analise todas as possibilidades e estilos possíveis.

Analise  - O público 

Qual público você deseja atingir

Para iniciar a criação da  identidade visual, pense:

Sua marca é você, você é seu negócio.

Ter uma identidade visual forte é essencial para não se perder entre os tantos bilhões de sites\blogs e empresas que diariamente desapontam na internet.

Quando a marca é forte você se destaca é lembrado, atrai o público certo, desenvolve seguidores leais, ganha credibilidade e autoridade.

    Marcas fortes crescem mais rápido.  

Para quem você está tentando falar e vender?

Qual sentimento e desejos você deseja estimular?

Vamos considerar a personalidade e sentimentos do seu público-alvo. Por exemplo, se o seu público-alvo for de futuras mamães você irá aplicar um estilo diferente do que se o seu público-alvo for voltado a literatura.

Considere sexo, faixa etária do seu público-alvo.

A partir dai vamos para a terceira etapa da nossa criação.


Terceira  Dica - Cores Formas e Fontes - Branding


"Mas por onde eu começo?!"

Pense!

Sua marca visual é composta por um conjunto de fontes, cores, imagens, estilos e outros elementos que você usa para atrair os espectadores dos seus sonhos e mostrar quem você é e o que representa. Você pode chamá-los de elementos de sua marca.


Vamos iniciar pela escolha das cores, uma cor pode definir se um produto será consumido ou não, as cores possuem uma forte influência em nossas vidas.

As cores são importantes para a marca, por criar o reconhecimento da mesma tornando-a mais fácil de ser reconhecida em mídias sociais, logos, embalagens, e-mail, etc.

Cada cor exerce uma influência e desencadeia um sentimento diferente.

As cores exercem efeito biológico, emocional, psicológico e cultural.

Para escolher sua paleta de cores faça varias pesquisas entre cores que lhe agradam, os sentimentos e efeitos que as mesmas exercem no público-alvo.

Escolha sei cores para compor sua paleta de cores, contando com a cor primaria, (principal cor que você usará).


Você pode usar algumas ferramentas muito uteis para compor sua paleta, vou indicar aqui as três ferramentas que mais uso na criação de paletas, consultar cores, extrair cores de fotos e muitas outras funcionalidades.

Coolors  uma excelente ferramenta para ter inspirações e criar sua paleta, o site fornece as variações das cores, matizes e outras formas de alterações nas cores.

Color adobe ferramenta profissional e muito boa para criação de paletas.

Canva  gosto muito de trabalhar com ele, além de fazer designs para as redes sociais, blog entre outros, o Canva também tem função que extrai cores das fotos que você desejar, você pode testar as fontes entre outras coisas também.

Como eu uso o Chrome também tenho extensões que  ajudam como o collorzila.

Como as cores as formas geométricas também dizem muito sobre a marca.

Um conjunto de fontes

Você deve determinar de 2 a 4 fontes que usará em todos os seus gráficos a partir de agora.

A tipografia (fontes), também são uma parte extremamente importante, ela deve entrar em harmonia com as cores escolhidas e a forma, além de serem legíveis, elas transmitem no conjunto o que sua marca representa.

Não tenha pressa em escolher tudo e definir o que irá representar sua marca, pesquise teste, antes de decidir, visite outros sites semelhantes para ter exemplos, faça comparações.


Quarta Dica - Unifique sua marca


Combine sua marca visual com simplicidade para criar seu próprio conjunto exclusivo de modelos, que você pode usar quando precisar criar gráficos. 

Você está sempre criando gráficos de postagem de blog, pins do Pinterest e gráficos de mídia social, certo?

Revisite os melhores diagramas de conversão ou os diagramas de conversão que mais se destacam, aprimore-os com novos conhecimentos de design e converta-os em um conjunto de modelos que podem ser usados ​​para criar rapidamente o próximo diagrama!

Monte seu kit de divulgação, de acordo com sua marca visual, assim sempre que o leitor ver seu conteúdo saberá de quem se trata.


Quinta Dica -  Conheça a Concorrência


É sim muito útil conhecer e ter uma ideia de como é a identidade visual de sua concorrência, isso pode não parecer a primeira vista uma coisa relevante, mas é e muito.

Você irá ter uma ideia de como sua concorrência se apresenta, assim também criando sua identidade competitiva.


Conclusão 

Siga cada etapa sem pressa, anote tudo e analise como deseja que sua marca seja vista, qual publico deseja atingir e então comece a desenvolver seu design.

Mãos à obra, inicie sua criação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você leu um artigo escrito com muita dedicação. Gostou? !
Deixe seus comentários, críticas e sugestões, eles são muito importantes para o desenvolvimento do Blog.
Sua mensagem será respondida o mais rápido possível.
Muito obrigado pela visita e volte sempre, aproveite para conhecer as redes sociais e assinar a newsletter do Universo da Blogueira.

Você também pode gostar desses artigos.